Todos os post de Roberto Dantas

Para acreditar e atrair o parceiro ideal para um Relacionamento Feliz

Para acreditar e testar.
Lei do Universo para atrair o parceiro(a) ideal

Eu acredito que existe no universo uma lei que possa atrair o amor para um relacionamento feliz. Muita gente sonha com isso. Há uma curiosidade grande com esse assunto que vamos abordar de forma prática direta e sem rodeios.
Existe um movimento constante no universo relacionado com a lei da atração. Existem vários estudos que comprovam uma energia igual a de um ímã, uma vibração que está constantemente conectada aos pensamentos humanos a qual pode atrair tudo aquilo que está em sintonia. Por isso devemos ter muito cuidado com nossos pensamentos pois são eles que geram nossos sentimentos e toda vibração necessária a energizar e atrair tudo que nos envolve.combinação
Assim como para abrir uma fechadura ou um cadeado precisamos de uma chave que possui uma combinação e não importa com quem esteja de posse dessa combinação, pode estar nas mãos de um adulto, de uma criança, de um negro ou de um branco, pobre ou rico, não importa, quem tiver a chave com a combinação correta, abrirá o cadeado ou a fechadura. Assim é a lei da atração.

Então vamos supor que eu tenha um grande desejo de encontrar o amor da minha vida. A primeira coisa a fazer é observar como eu trato minha autoestima, como eu cuido do meu corpo, da minha alimentação, se sou pessoa agradável, comunicativo, interessado em aprender, em crescer como ser humano se sou alguém que reconhece em mim mesmo qualidades as quais eu admiro em uma pessoa, sou alguém que se alegra com a felicidade alheia, seja de um amigo, de um familiar ou até mesmo de um estranho.atração
Parece exagero, mas tudo isso faz a diferença. Ao percebermos esses detalhes e cuidarmos de cultivar sentimentos bons, o amor toma conta das vibrações e tudo a partir daí contribui para o alinhamento de sua meta. Percebe-se aí o uso de uma combinação de fatores que se usada corretamente virão ao seu encontro naturalmente sem esforço, pressa ou qualquer angústia.
Antes de se entregar a um sonhado relacionamento feliz, precisamos aprender, a nos aceitar, a nos valorizar, a nos amar e ser amável, pois quem se ama de verdade atraí como um ímã situações, pessoas, amigos, acontecimentos e possibilidades .atrair-um-homem-timido
Portanto, para atrair um relacionamento dos sonhos procure não só se ater a uma visualização feliz, mas procure sentir intensamente aquela imagem que vem a sua mente com o amor da sua vida ao seu lado, da maneira como você sempre sonhou, com carinho e características admiráveis.
Teste essa técnica e se fizer com naturalidade se desprendendo da ansiedade, pressa e do medo, sentindo verdadeiramente com o coração limpo de apegos você terá resultados rápidos.
Um grande abraço

QUATRO CURIOSIDADES SOBRE O RELACIONAMENTO A DOIS

foto casal jovem DNA semelhante

Um estudo da Academia Nacional de Ciências dos EUA revelou que pessoas tendem a se casar com parceiros com DNA semelhante. Ao avaliar o material genético de 825 casais, pesquisadores encontraram menos diferenças no DNA entre pessoas casadas do que entre dois indivíduos aleatórios.

O poder do cinema

Uma pesquisa da Universidade de Binghamton, nos EUA, com casais que assistiam a filmes sobre relacionamentos e discutiam a vida conjugal em seguida mostrou que a prática reduziu em 50% os divórcios. O índice é o mesmo daqueles que fizeram terapia.

Amar faz bem

Por motivo ainda desconhecido, o casamento pode fortalecer o esqueleto dos homens, segundo estudo da Universidade da Califórnia. Outras pesquisas já sugeriram que pessoas casadas vivem mais, têm mais chances de sobreviver ao câncer e apresentam menor risco de ter doenças cardiovasculares.

O poder do sexo

O sexo pode ser cercado por líquidos e cheiros. Mas os praticantes não costumam se importar. Segundo estudo da Universidade de Groningen, na Holanda, isso acontece porque a excitação sexual substitui instintos naturais do corpo que causam sensação de nojo.

Fonte: Jornal O Globo 20.07.2014

Um abraço!

E excelente relacionamento a dois.

VIAGEM

Viajar sem os filhos – necessário se faz a bem do relacionamento
casal em viagem

Depois que os pequenos vêm ao mundo, os momentos de privacidade do casal ficam cada vez mais raros, mas não esqueçam que esses momentos são relevantes para o relacionamento do casal.

Por mais que o casal ainda consiga dar uma escapadinha para jantar fora ou ir ao cinema sozinho, o tempo sem as crianças parece nunca ser suficiente para recarregar as energias, desligar a cabeça (pelo menos tentar!) e aproveitar momentos especiais com quem está ao seu lado. Por isso, é tão importante fazer viagens a sós.

Viajar com os filhos é uma delícia e, conforme eles crescem, vai ficando cada vez mais gostoso. Mas é importante ter um tempo para pensar só no casal, fazer planos, namorar e renovar a relação. E uma viagem ajuda nisso, porque os dois saem fora do ambiente comum e vão curtir um lugar novo.

Se você já está imaginando uma viagem curta, como um final de semana, pense na possibilidade de ampliar o período. Acostume os filhos às viagens. Explique a eles que papai e mamãe vão, mas voltam. A distância desses dias faz até bem para relação familiar, pois cria uma independência saudável dos pequenos.

filhos com os avós

Mas onde deixar os pequenos enquanto estão fora? O recomendado é deixar com os avós ou tios. Prefira alguém da família, nas casas em que as crianças já estejam acostumadas a dormir de vez em quando. Elas precisam se sentir seguras com quem forem ficar.
Quem conta com apoio de uma babá deve manter a ajuda durante a viagem, mas pedindo à profissional que siga as atividades na casa onde as crianças estão – na da avó, por exemplo. Se necessário, estendendo os serviços da babá também para o final de semana, pois nem todos têm o mesmo pique dos pais para cuidar das crianças.

Também é importante manter a rotina, como ir para a escola, fazer as atividades extracurriculares e ter refeições regradas. Nos finais de semana, que são os momentos em que os filhos podem sentir mais falta dos pais (já que passam mais tempo com eles nestes períodos), a dica é inventar uma programação especial, como uma ida ao clube, ao zoológico ou ao cinema.

Algumas dicas de locais e tempo de viagem
casal jantando

Para um final de semana prolongado

A sugestão é uma viagem para Buenos Aires, na Argentina, de três noites. Por ser pertinho do Brasil, o tempo no avião é curto e nada cansativo. Lá, o casal poderá aproveitar atividades culturais, restaurantes, passeios, fazer compras e ir a bares à noite. Com direito a tango e muito romantismo!

Para 5 dias de descanso

casal no chileUma dica é fazer uma viagem a Santiago, no Chile. Atrações como visitar as casas de Pablo Neruda e conhecer o centro histórico da cidade a pé, com ruas exclusivas para pedestres, são indicações ótimas de quem costuma visitar a região. E tudo acompanhado por um delicioso brinde com vinho nacional, de excelente qualidade.

Para passar uma semana inteira

Muito sol, muita praia, muito descanso. Assim é a viagem para Punta Cana, na República Dominicana. Um lugar lotado de praias paradisíacas, com mais de 40 resorts espalhados pela costa. A grande maioria inclui serviço “all inclusive”, em que você consome comida e bebida à vontade – ou seja, nem precisam sair do hotel, caso queiram. Para deixar tudo ainda mais lindo, não há prédios mais altos que os coqueiros e o casal pode desfrutar de muito sossego e de paisagens incríveis.

casal em buenos aires
Para viajar por 10 dias

Que tal uma viagem que inclui Paris e Londres? A começar pela Cidade Luz, Paris é romântica por inteiro, desde suas ruas, seus pontos turísticos e seus bistrôs. Já Londres completa a escapadinha europeia com seus diversos museus, pontos turísticos e tradicionais pubs.

Um abraço e boa viagem

SEXO

O sexo esfriou com o passar dos anos…. é possível reverter esse quadro

casal sensualNo início da relação, tudo são flores. Você e ele estão sempre a ponto de bala, e o maior desafio que você tem é o de conseguir desgrudar dele e sair da cama para ir trabalhar. Porém, com o passar dos anos, esse desejo urgente vai diminuindo. Vocês, agora, têm filhos para criar, contas para pagar e inúmeros problemas para resolver e, quando menos percebem, o sexo esfriou. Vocês até praticam vez ou outra, mas, na maioria delas, sem vontade, só por obrigação. É possível reverter este quadro e retomar a mesma animação do início do namoro? A resposta é sim.

Dicas de Como Aumentar o Desejo Sexual

Melhore seu relacionamento
Ressentimento é o principal problema dos relacionamentos que afeta a excitação e orgasmo. Toda a raiva contida em relação a sua parceira (o) pode jogar um pano molhado sobre sua paixão. É comum o clichê de retratar os homens como animais sexuais que não são afetados por suas emoções. Pode ser verdade para alguns, mas certamente não para todos.

relaxe Relaxe
Imagine por um momento que um invasor está entrando em sua casa enquanto você está fazendo amor com sua parceira. A excitação some imediatamente: existem coisas mais urgentes a se atentar… De uma maneira similar, é difícil sentir desejo quando você está estressado sobre pagar as contas, uma reunião ou um prazo no trabalho. Parte disso é porque o estresse é uma distração – é difícil se focar ou aproveitar o sexo quando parte de você está pensando em outra coisa. Além disso, quando o estresse ataca, o hormônio cortisol aumenta, temporariamente modificando seu equilíbrio hormonal, portanto afetando o desejo sexual do homem.

Existem muitas maneiras de como aumentar o desejo sexual ao relaxar – com o yoga, atividades físicas, um banho quente, ler… – e você provavelmente sabe quais são as melhores para você. Faça tais atividades seu ritual diário, uma tarefa agradável e importante que você nunca vai esquecer.
Sexo também pode ser uma ótima maneira de relaxar, e você não precisa estar muito estressado para aproveitar.

Descanse

Existem momentos onde tudo que você precisa é uma boa noite de sono. Então não se distraia e acabe fazendo outra coisa.
Inove, acabe com a rotina no quarto
Um conselho bem conhecido, e que ainda assim vale ser repetido: Em um relacionamento a longo prazo, se você deixar o sexo se tornar chato, sua libido com certeza vai diminuir.

Mude seus medicamentos

Antidepressivos como o Prozac ou Paxil são um dos mais conhecidos inimigos do desejo sexual. Outros culpados incluem drogas receitadas para abaixar a pressão sanguínea, medicamentos que podem interferir com os sinais nervosos e os anti-histamínicos.

Fique de olho na sua saúde

Problemas de saúde como pressão alta, colesterol alto, diabetes, problemas da tireoide e doenças autoimunes como lúpus podem mudar o desejo sexual do homem, pois alteram o fluxo sanguíneo, sinais nervosos e os níveis hormonais. Finalmente, a depressão é conhecida por afetar dramaticamente seu desejo sexual.

Melhore sua imagem corporalimagem corporal

Se você não gosta do que vê quando fica nu, aproveitar o sexo se torna mais difícil. Você pode aprender a gostar do que vê com aconselhamento e psicoterapia, ou você pode mudar parcialmente como você se parece com um programa de exercícios. Alternativamente, você pode fazer as duas coisas, chegando a melhores resultados.

Afrodisíacos e suplementos

Suplementos podem ser importantes saídas para saber como aumentar o desejo sexual deum homem. L-arginina é um aminoácido particularmente importante para sua saúde circulatória e é vendido como um suplemento natural para sua saúde sexual. Foi provado que a l-arginina ajuda a aumentar o fluxo sanguíneo para o pênis, da mesma maneira que o Viagra, a diferença é que faz isso naturalmente.
Dois outros ótimos produtos para a libido masculina são o Ginseng, usado na China como tônico sexual por mais de 7000 anos, e a Gingko Biloba que é usada para melhorar o fluxo sanguíneo pelo corpo incluindo os genitais.
Os conselhos seguintes devem ser sempre acompanhados da ajuda de um médico.

Creme de testosterona

Se um exame de sangue disser que seus níveis de testosterona estão baixos, então um creme tópico de testosterona pode aumentar seu desejo sexual. Por outro lado, se seu nível de testosterona é normal, um creme não vai proporcionar nenhum benefício, e ainda vai deixá-lo com efeitos colaterais desagradáveis.

Levitra, Cialis e Viagra

Levitra, Cialis, e Viagra podem ajudar um homem a alcançar e manter uma ereção durante a atividade sexual facilitando o fluxo de sangue para o pênis. Uma vantagem do Cialis é o período de eficácia relativamente longo (36 horas), mas aconselhamento médico especializado é sempre importante para verificar se o uso de drogas pode ser útil para você. Além do mais, quando avaliar o uso de tais drogas, lembre-se do risco de ficar psicologicamente dependente de algo que você realmente não precisa.

Zonas erógenas são a chave para atingir os melhores orgasmos

zona erogena Penetração não é tudo no sexo, não é mesmo ? Já é mais do que sabido que as mulheres precisam de carícias envolventes, beijos e mordidinhas pelo corpo para que a vontade cresça e a relação fique mais prazerosa. Mas esses carinhos, para serem mais eficientes, podem ser feitos em algumas áreas específicas, que são capazes de levar qualquer uma à loucura.

Essas partes, mais irrigadas de sangue e, por isso, mais sensíveis ao toque, são chamadas de zonas erógenas e existem também nos homens, mas em pontos diferentes. Nas mulheres elas são encontradas ao longo da coluna vertebral, além do pescoço, orelha, seios, entre os braços, parte interna das coxas e pés.
“O toque nas zonas erógenas, para ser mais prazeroso, pode ser feito com a língua, com o próprio corpo, órgãos genitais ou com a mão, que pode ter o auxílio de géis, a fim de promover um toque mais sensível”, ensina a sexóloga Carla Cecarello.

Segundo a especialista, quando bem estimuladas, essas áreas podem provocar orgasmos antes mesmo de chegar à penetração ou consumar o sexo. “Há possibilidade de isso acontecer se a mulher estiver muito entregue e relaxada”. Talvez esteja aí a chave do sucesso!
Zonas erógenas masculinas

Como dissemos, nos homens os pontos são um pouco diferentes. Se você também quiser proporcionar ao seu parceiro um orgasmo ainda mais gostoso, pode centralizar as carícias ao longo da coluna vertebral, pescoço, mamilos (para alguns) e virilha.
“Para acariciar as zonas erógenas dos homens é preciso ser mais direta. Ao contrário das mulheres, que preferem estímulos menos ligados ao órgão genital, eles gostam muito mais do toque mais próximo ao pênis. Por isso a virilha é uma grande arma para deixar o homem excitado”.

Técnicas e movimentos femininos que enlouquecem os homens

Sexo é bom. Mas sexo com algo a mais para esquentar a relação é melhor ainda. As mulheres, defensoras das preliminares, têm uma arma poderosíssima para transformar a noite em algo incrivelmente inesquecível, tanto para o parceiro, quanto para si mesmas: a dança. dança

Os homens são muito mais visuais e adoram observar o corpo da mulher e os movimentos durante a relação. Se exibir para ele é uma maneira fácil de fazê-lo morrer de vontade de chegar aos finalmentes. Enquanto isso é hora de aumentar a autoestima e também – por que não? – ter prazer.

Se você ainda tem vergonha e não se sente à vontade para praticar, nós separamos algumas danças bem sensuais para te explicar como elas funcionam. Vale a pena fazer alguns treinos e testes à meia-luz, antes de apresentar a performance. Depois, é hora de mostrar o desempenho e conferir – dizem que o sucesso é garantido!

Pole Dance – Bem conhecida e muito procurada pelas meninas que querem esbanjar sensualidade, a dança ficou famosa depois que Flávia Alessandra viveu Alzira na novela Duas Caras, da Rede Globo, em 2008. A personagem era uma recatada enfermeira durante o dia, mas se transformava à noite para se apresentar em uma casa de shows. A técnica consiste em fazer performances agarrada a uma barra de ferro, o que exige muita força por parte das meninas nas pernas e braços – tá aí mais um ponto positivo: ajuda a ficar em forma, tanto que existem aulas de pole dance fitness para trabalhar determinados grupos musculares. Existe mais liberdade na escolha da música, podendo ser qualquer uma agitadinha para que favoreça o desempenho no poste.

Dança do Ventre – A dança oriental também é bem popular por aqui. O corpo simula os movimentos de uma serpente e a performance é composta de uma série de vibrações e ondulações na região da barriga. Se caracteriza também pelos trajes sexys, com uma espécie de sutiã bordado e saias longas que cobrem as pernas, mas exibem muito do quadril. Existem tipos diferentes de movimentos e estilos em cada cultura, mas por aqui costumam ser bem ousados e sensuais. São executadas ao som de música árabe.

Striptease – O nome faz referência às provocações e insinuações ao tirar a roupa. É basicamente isso. Por aqui não existe muita regra, basta escolher uma música sexy (aquelas que deixam o clima quente sem precisar de muito esforço) e fazer movimentos sensuais. Existem por aí algumas técnicas específicas, mas o mais importante é – falando o bom português – enrolar. Fingir que vai tirar a peça, mas deixar ela no corpo os faz ficarem loucos e morrerem de vontade de ver o que está por baixo.

Lap Dance – Dá para dizer que essa é a mais provocante da lista, uma vez que o homem tem muito mais contado com o corpo da mulher enquanto ela se exibe. O homem, sentado, assiste ao desempenho, enquanto a mulher rebola bem próximo a ele. Na parte mais quente da dança, as moças sentam no colo dos rapazes e iniciam movimentos bem excitantes.

Dicas de Como Agradar uma Mulher

agradar mulherAgradar uma mulher não é fácil. Há várias questões aqui: elas têm vergonha de falar do que gostam, muitas vezes elas não sabem do que gostam, o corpo delas biologicamente é mais complicado que o dos homens. Para se ter uma ideia, as mulheres podem ter onze tipos diferentes de orgasmos!
Observar a mulher para saber do que ela gosta e investir nisso e saber de diferentes formas de agradar vai melhorar ainda mais o sexo, porque com certeza ela vai querer fazer mais e você só tem a ganhar com isso. Veja as dicas de como agradar uma mulher na cama.

Massagem
A massagem antes do sexo é um dos melhores “aquecimentos” para a mulher e não é apenas nas costas. Massageie toda a perna dela, das coxas até os tornozelos. Beije também essas partes do corpo dela.
Levante a mulher
Mulheres adoram quando o cara a segura no ar. Elas imediatamente colocam as pernas ao redor da cintura dele. Aproveite a posição e encoste-a na parede, para dar mais apoio. Beije o pescoço, a boca, aperte o bumbum, as coxas. Se conseguir, pode até fazer sexo nessa posição.

Ter pegada
É básico, mas muitos homens esquecem. Mulheres gostam quando são “pegas de jeito” de uma forma relativamente bruta. Puxar levemente os cabelos dela, aperta bem o corpo, dar um tapinha. Tudo isso serve para agradar uma mulher, e muito.

pegadaTire a roupa dela lentamente
Embora as mulheres gostem de uma pegada forte e bruta na hora do amasso, elas também gostam quando os homens vão devagar, tirando as roupas dela de forma sensual. Experimente puxar as alças do sutiã com seus dentes, levantar a blusa dela lentamente com seus dedos enquanto a beija. Além disso, mulheres gostam de ver a cara de excitado do homem à medida que cada peça sai do corpo, isso as excita.

Dramatize

Mulheres gostam de fantasias sexuais do tipo role play. Você é um policial que a prende ou um patrão que não está satisfeito com o serviço da empregada. Há várias dramatizações, quase todas deixam a mulher louca. É preciso definir, no entanto, qual o tom da fantasia: a mulher fará o tipo submissa ou o tipo que domina? Haverá uma “luta” para ver quem domina quem?

Seja romântico

Romance também é bom para agradar uma mulher. Velas, pétalas de rosa na casa, champanhe com morangos, tudo isso atrai a mulher e a deixa mais disposta para o sexo. O romance expressa a ideia de que você se importa com o que vai acontecer e que gastou seu tempo para preparar tudo, algo que as mulheres certamente valorizam.

Use sua língua

Para o sexo oral e para tudo mais. A língua é uma das ferramentas principais para agradar uma mulher. Lamber o pescoço, os seios, o abdômen, a virilha, a parte interna das coxas, tudo isso são coisas que as mulheres adoram. Dica para o sexo oral: para aumentar o prazer, use técnica do 8. Com a parte de baixo da língua, vá da esquerda para a direita e volte, formando um 8 deitado, com a parte de cima da língua. Faça a mesma coisa de cima para baixo, sempre variando a pressão que coloca com a língua.

Use o dedo

Se quer agradar uma mulher de verdade, troque o pênis pelo dedo. Especialistas dizem que o dedo é a melhor forma de estimular o ponto G, porque permite formas mais sutis de toque e pressão. Tudo bem, é menos divertido para você, mas com certeza vai deixá-la muito mais excitada e satisfeita.

Converse sacanagem

Mulher é muito sensível à palavra, tanto é que o público principal da literatura erótica é composto por mulheres. Então, sussurre sacanagens no ouvido dela enquanto agarra os seios, ou enquanto estimula o clitóris dela. Com certeza ela vai gostar.

Melhores posições

Por fim, é necessário que você conheça as posições mais confortáveis.
Sentada na mesa e você em pé: esse tipo de posição permite que a vagina dela esteja perfeitamente alinhada (dependendo da sua altura e da altura da mesa, claro) e um encaixe excelente. Especialistas acreditam que é uma das melhores posições para alcançar o ponto G.

De quatro: outra posição que permite o bom encaixe, uma das preferidas das mulheres e mais recomendadas pelos sexólogos. Para aumentar o prazer, dê um tapinha, puxe os cabelos dela levemente, agarre os seios.
De conchinha: embora essa posição não seja a melhor para alcançar o ponto G, ela tem outras vantagens. Com ela, aumenta a sensação de intimidade entre vocês dois e é uma boa posição para você estimular o clitóris dela durante a penetração.
cenas sensuais
Papai-mamãe: a posição mais básica é também uma das mais eficazes porque permite o bom encaixe.
As posições com ela por cima não são as preferidas das mulheres, mas algumas gostam, portanto, pergunte a elas. Duas posições com ela por cima que têm sucesso são:
Cavalgada invertida: é basicamente a mesma posição com ela por cima, só que nessa ela vai estar virada para seus pés, com o bumbum voltado para seu rosto.

Lap Dance: em uma cadeira, com você sentado, ela vem por cima de você e você a penetra. Essa é uma boa posição porque você pode chupar os seios dela, beijá-la bastante.
É importante que em qualquer posição com ela por cima você seja ativo também e procure estimulá-la de outras maneiras.

No mais, procure sempre criar um ambiente onde ela se sinta segura para compartilhar com você seus desejos e fantasias. Algumas mulheres têm vergonha de falar sobre isso, então tenha paciência, não a pressione para falar ou fazer coisas que ela não queira. Quanto mais ela confiar em você, mais ela vai se abrir para você – em todos os sentidos.

Bom gente.. taí as dicas, agora mãos a obra e um grande abraço.

Diferença de idade no relacionamento amoroso

diferença de idade Quando existe cumplicidade, sintonia e amor no relacionamento, a idade é o que menos importa. O sucesso da relação é a maturidade de cada um que deve estar de acordo com o outro. Embora a sociedade tenha preconceitos em relação a isso, a diferença de idade se torna apenas um detalhe. Quando o assunto é amor, não há regra. Casais com grande diferença de idade são mais comuns, contudo a questão ainda é um tabu para muitas pessoas, principalmente se a diferença ultrapassa os dez anos. No meu caso a diferença é de 15 anos, no entanto, a aparência não se faz perceber “ainda” pelos meus 53.
Segundo a terapeuta comportamental Ramy Arany, a sociedade está muito mais aberta a aceitar que a idade não é impedimento para o amor, mas é preciso compreender o que a diferença pode significar na vida a dois.

Preconceito

Comentários preconceituosos são menos frequentes mais ainda existem e, em alguns casos, eles vêm da própria família. “Não dá para controlar a opinião das pessoas, e por isso o casal deve ter paciência para que o tempo dê um jeito de mostrar para a família que os dois se amam e que é isso que realmente importa”, ressalta Ramy. Ainda segundo a terapeuta, quando há valores essenciais, como o amor, a sinceridade, a amizade e o desejo, a relação se fortalece independente do preconceito. “Quando isto existe a diferença de idade não atrapalha e o casal lida com ela de forma simples e natural. Essa questão pesa quando não há equilíbrio na relação”.

um abraço

NAMORO

namoro Antigamente o ato de namorar não gerava qualquer consequência no mundo jurídico, a não ser a transformação do relacionamento com a celebração do casamento. Devido aos tabus, os casais não viajavam juntos, desacompanhados da família, tampouco dormiam juntos, pois o relacionamento sexual entre pessoas solteiras não era tolerado pela sociedade e, portanto, quando os casais “dormiam” juntos, faziam isso de forma discreta, escondida.
Atualmente, os namoros são muito diferentes do que eram há alguns anos. Os casais dormem juntos, viajam, compartilham muito tempo em atividades conjuntas. Isso faz com que o namoro, em alguns casos, muito se aproxime da união estável, entendida como o relacionamento caracterizado pela convivência pública, contínua e duradoura, estabelecida com o objetivo de constituição de família e que, como todos sabem, tem consequências para as partes envolvidas, como o direito a alimentos, partilha de bens, entre outros.
NAMORO NA PRAIA Por esse motivo, muitas pessoas, preocupadas com o fato de, no futuro, poderem ter um namoro confundido com uma união estável (principalmente porque, uma vez terminado o namoro, aquele que ficou magoado pode tentar atormentar ou se vingar do outro), estão namorando “de papel passado”! É isso mesmo: tem muita gente namorando somente depois de celebrar um “contrato de namoro”.
Todavia, os contratos de namoro, para muitos, não possuem validade jurídica. Aliás, essa questão da validade do contrato de namoro tem gerado muita polêmica no mundo jurídico. Isso porque a vida é dinâmica e, mesmo tendo assinado um contrato de namoro, a parte pode conseguir demonstrar que o namoro evoluiu para uma união estável.
Ademais, a lei se sobrepõe ao contrato, ou seja, prevalece a lei, que tutela a união estável, sobre o contrato de namoro.
No entanto, o contrato de namoro sempre servirá como início de prova e indício de inexistência de união estável ou, pelo menos, para delimitar um prazo em que não existiu união estável entre as partes, pois estavam comprovadamente simplesmente namorando.NAMORADOS5
Não há regras fixadas para o contrato de namoro. Porém, como qualquer contrato, deve conter a qualificação das partes contratantes e as cláusulas, em especial uma cláusula que estabeleça que as partes possuem relacionamento de namoro puro e simples e que renunciam expressamente ao interesse de constituir família (união estável) e, o mais importante, deve-se colocar o prazo de duração do contrato, pois namoro nunca foi nem poderá ser eterno. Uma vez terminado o prazo, as partes devem renovar o contrato de namoro (ou, se preferirem, que se casem ou vivam em união estável).namorados famosos

Apesar da validade discutível dos contratos de namoro, eles estão na moda. Até mesmo famosos, como a cantora Britney Spears, estão celebrando esse tipo de contrato.
Enfim, o contrato de namoro, apesar de sua validade questionada pelos juristas, pode servir como um dos elementos de prova de ausência de união estável.

Elisabete Aloia Amaro
Doutora em Direito Civil (USP), Mestre em Direito Penal (USP), Advogada militante na área cível.

DICAS PARA NAMORAR E DAR CERTO

DICAS DE NAMOROPara um namoro dar certo, é preciso deixar alguns hábitos de lado, mas se você encarar isso como limitações, quer dizer que o relacionamento não iniciou bem, e que talvez você não esteja preparado para uma relação madura com uma mulher. Claro que tudo tem limite e a gata não pode sufocá-lo, o mesmo deve ser dito a você, que não pode fazer a mulher com quem está junto se sentir aprisionada.

1. Mantenha a individualidade
Mesmo quando duas pessoas se curtem muito e começam a namorar, cada uma continua com a sua vida, afazeres e interesses. E isso não pode mudar, por mais que vocês gostem de estar sempre juntos, existem momentos em que é preciso se separar para seguir com a sua vida. Em geral, os casais que vivem muito grudados enjoam facilmente um do outro. É preciso dar espaço para a saudade.

2. Afaste o ciúme
O ciúme é um grande problema na maioria dos casais, ainda mais quando ele é desmedido e descontrolado, independente de qual das partes vier. Sentir um pouco de ciúme é normal e as mulheres se sentem amadas quando sabem que seus namorados têm ciúmes delas, mas isso não pode atrapalhar as relações interpessoais que cada um tem em sua vida.

3. Não deixe o romance cair na monotonia
O que pode arruinar a vida de qualquer casal é a monotonia do cotidiano. O dia-a-dia das pessoas já costuma ser repetitivo, o que incomoda a muitos, por isso, ao menos, quando você estiver com a sua gata, deve ser criativo, para que cada dia pareça diferente do outro. Jantem em restaurantes bacanas, façam passeios, cinema, exposições, teatro, jogos, atividades físicas, tudo isso pode ser feito para quebrar a rotina.

4. Não se acomode na relação
Além de sempre propor atividades para o namoro não ficar monótono, você também não pode se acomodar no que diz respeito à parte afetiva. Você deve dizer à gata o quanto gosta dela, dar presentes e lembrar as datas comemorativas, inclusive, as que estão ligadas a vocês. Não adianta achar que, por estar namorando, a gata já foi conquistada e ponto. Se você não for gentil e romântico com frequência, pode perdê-la.

5. Preste atenção na gata
Assim como você não pode esquecer o dia em que vocês fazem aniversário de namoro, uma data sagrada para as mulheres, você deve sempre mostrar que repara nela, seja quando ela faz um corte diferente no cabelo, seja quando ela corta apenas as pontas. Se você viu que ela fez alguma coisa, mas não sabe o que é, diga “como você está linda”, isso sempre ajuda.

6. Dê flores a sua gata sem motivo
Existem muitos presentes que agradam às mulheres, mas com certeza, flores, todas elas gostam, ainda mais se você der um lindo buque em um dia qualquer sem motivo. Experimente, e o presenteado será você.

7. Não minta para a sua namorada
Mesmo que seja uma bobagem, é sempre indicado nunca faltar com a verdade com a gata e nem ocultar nada dela. Mentira tem perna curta e as mulheres são ótimos detectores de mentira. Se ela souber que você mentiu, nunca vai esquecer-se disso.

8. Não critique a mãe da sua gata
Por mais que muitas sogras façam jus ao papel de caninanas que recebem, as mães são sagradas e, por isso, nunca provoque atrito com a mãe da sua gata. Por mais que ela esteja errada, mantenha a compostura, senão, é você quem pode se dar mal.

9. Não traia a sua namorada
Sobre isso, não tem muito que dizer, você pode querer se arriscar em um casinho paralelo, mas se a sua gata souber disso e dependendo do gênio dela, é melhor você pensar duas vezes antes.

10. Não olhe muito outras mulheres
Você pode não trair a sua namorada, mas ser do tipo de homem que não consegue se controlar ao ver uma bela mulher e instintivamente começa a olhar para ela. Isso é tão sério como traição, para uma mulher, ainda mais se for uma de suas amigas.

11. Seja romântico, mas sem exageros
As mulheres gostam de lindas palavras e jantares românticos, mas não exagere na meiguice, pois elas também não gostam de caras grudentos. Saiba ser sensível na medida certa e mostre determinação quando o momento exigir.

12. Seja amigo dos amigos da sua namorada
Não crie desavenças com os amigos e amigas da sua namorada, não faça inimizades, pois para algumas mulheres a opinião deles vale ouro e se eles não forem com a sua cara, periga da relação terminar.

13. Admita quando você errou
É normal que em uma relação existam desavenças, mas para que o namoro dê certo, ambos devem aprender a ceder. Quando for a sua vez, mostre com humildade que errou.

14. Aprenda a gostar de outras atividades
O mais normal é que um casal tenha gostos parecidos, mas também é comum que os opostos se atraem, por isso, se a sua gata tiver um gosto muito diferente do seu, tente aprender a gostar do que ela tanto aprecia. Se ela gosta de ir ao cinema e você não, ela pode ir com as suas amigas, mas não custa nada fazer companhia a ela algumas vezes.

15. Respeite acima de tudo
Para que um namoro dê certo é preciso sintonia em muitos aspectos. Mas acima de tudo, você deve respeitar a sua gata, seja ela como pessoas, os seus gostos e opiniões.

Você pode se tornar irresistivelmente atraente para as mulheres, desenvolvendo suas características e atitudes alfas. Mas o que fazer para ter esse tipo de sucesso e seduzir lindas mulheres? A resposta é simples: você precisa ativar os gatilhos da atração.

Para isso, existe o Código da Atração. É um ebook com todas as técnicas e ferramentas para ajudar você a se tornar mais confiante e bem sucedido em seus relacionamentos. Você aprenderá como conquistar e seduzir mulheres de uma forma que você nunca viu.

Eduardo Santorini

SITE DE RELACIONAMENTO

siterelacmulher O Brasil é um dos paises com maior número de internautas usando sites de relacionamento, segundo pesquisa divulgada pela Nielsen.

Atualmente 80% dos brasileiros que navegam na internet estão ligados aos sites que a empresa de pesquisas chama de “comunidades de membros”, que incluem blogs e redes de relacionamento como o Facebook.

Os internautas brasileiros também são o que passam mais tempo neste tipo de site – quase um a cada quatro minutos de navegação na internet.

No ranking apresentado pela Nielsen, empresa que oferece serviços de mensuração e análise de dados de navegação na internet, o Brasil é seguido por Espanha (onde 75% dos internautas usam redes de relacionamento), Itália (73%) e Japão (70%).siterelachomem

Amor para quem tem pressa de um Relacionamento

Muitas vezes encontrar o amor demanda tempo e disposição. Para isso, muitas pessoas se utilizam da internet, ou seja, ” o amor virtual “. O relacionamento on-line (virtual) proporciona uma busca com mais velocidade tendo em vista que os sites de relacionamentos oferecerem cadastros onde possibilitam um cruzamento de informações afins aumentando, dessa forma, a possibilidade de se encontrar pessoas com objetivos, estilo de vida e classe social em comum.

Pode-se encontrar pessoas de todas as idades. Com 20, mais de 30 , mais de 40 ou 50 anos, ex casados, solteiros, separados (as) ,cristãos, espíritas e ateus. Para todos o gostos e afinidades, existem sites de relacionamento expostos para ajudar a encontrar o par perfeito sem ter que ficar esperando por oportunidade rara ou impossível de se conhecer uma pessoa para o amor eterno.

Melhor diálogo entre os pretendentes

As conexões tipo skip e afins permitem os olhos nos olhos proporcionando que se demonstrem mais honestidade ou quaisquer sentimentos expressivos. O diálogo on line (via interne) flui mais facilmente que ao vivo ou pessoalmente.
siterelaccasalAs conversas on line podem ser em salas de bate-papo, webcam ou atualmente realizadas nos smartfones com o face time. Com isso as pessoas se conhecem bem melhor umas às outras.

Conectando os sentimentos on line

A internet proporciona, nos dias de hoje, o encontros entre os casais de forma rápida e mais fácil. Sem o constrangimento dos tímidos ou silêncio da falta de assunto. Encontrar o par perfeito se torna mais rápido devido a quantidade de pessoas que utilizam esse método para se conhecer e que a comunicação pode ser feita com mais intimidade, não havendo a necessidade de se aguardar um encontro olho no olho para se obter um conhecimento especial e a intimidade amorosa tanto almejados pelos casais.

Mulheres na conexão

siterelacnamorada Cada vez mais mulheres procuram e encontram homens nos sites de relacionamento presentes na internet brasileira. Os sites de relacionamentos são avaliados do ponto de vista feminino dando ainda às internautas brasileiras dicas de como fazer uma busca segura e sem sustos.
Alguns dos maiores sites de relacionamentos presentes na internet brasileira são analisados de forma objetiva e coerente em forma de respostas a perguntas. O que, obviamente gostaria-se de saber é a opinião masculina!. O que os leitores masculinos deste blog acharam do texto? Será que homens e mulheres concordam com as dicas aqui expostas?
Será que só existem homens que mentem na idade, aparência e estado civil? E será que com o mínimo de cuidado e bom senso, de ambas as partes, homens e mulheres, não evita 95% das surpresas desagradáveis?
De qualquer forma paqueras, namoros, relacionamentos sérios e casamentos podem dar certo ou não graças a uma combinação de fatores, independentemente do local onde o casal se conheceu. O importante é não correr riscos desnecessários, mas também não se fechar às novidades tecnológicas do mundo atual. Assim como no mundo real, o mundo virtual oferece oportunidades únicas que não merecem ser descartadas!

Aqui nesta página pode estar aparecendo propagandas para mostrar a você os melhores sites de

relacionamento do Brasil.

No entanto você pode pesquisar em um abrangente sistema de avaliação para descobrir quais sites de

relacionamentos são mais eficazes e os mais bem sucedidos possível! Um deles está no endereço baixo:

www.top10sitesderelacionamento.com.br.

Um abraço e boa sorte.

CASAMENTO

logo_casamento Está a fim de casar? Organizar aquele festão,lista de casamento,lua de mel? Crie um site de casamento, ali você poderá controlar tudo o que vier a acontecer, poderá registrar das fotos aos detalhes até a total concretização do seu sonho.
Existem alguns sites como o “icasei” que além de facilitar o controle ajudam bastante o casal com o evento dos sonhos. Um deles pode estar aparecendo em uma das propagandas desta página.

A melhor maneira de viver? Uma posição social? Uma necessidade? Ajudaremos a entender por que até hoje o casamento é tão desejado pelas mulheres

casamento felizCasar já foi imprescindível (até a metade do século passado), impensável (para os hippies dos anos 60) e careta (nos anos 90). E hoje? Que espaço o casamento, seja de papel passado ou não, ocupa na vida das mulheres em tempos de liberdade de escolha? Dá para priorizar a carreira, bancar as contas com salário próprio, adiar a maternidade, experimentar novos tipos de relacionamento (por que não a três?), curtir os dias sem compromisso.
Por mais que existam inúmeras maneiras de tocar a vida, as mulheres ainda acreditam que construir uma história a dois é a melhor opção. Mesmo sabendo das dificuldades, seja por um casamento anterior, seja pela experiência dos pais, seja pela simples observação. Dividir a rotina, o mau humor, os perrengues da casa, a educação dos filhos, as diferenças, a pilha de roupa suja que insiste em crescer… Ninguém diz que é fácil.
Dados de uma pesquisa do IBGE divulgada no final de 2012 confirmam que o desejo de se juntar a alguém ainda existe – e muito. As uniões consensuais cresceram quase 10% na última década e os recasamentos também aumentaram. É provável que parte desse crescimento seja resultado da facilidade com que hoje se faz (e se desfaz) um contrato (de união estável), e, por isso, mais casais optam por oficializar seus relacionamentos. Mas há também a estatística dos divórcios – 47% dos casais se separam antes de completar dez anos de união; um em cada cinco não fica quatro anos junto.
Impossível negar que o estigma da solteirona não esteja ligado a parte das uniões (feitas e desfeitas), já que ainda hoje uma mulher com mais de 30 anos e sem marido é vista pela sociedade como… fracassada. Afinal, atualmente se casa por vontade ou necessidade? A conversa com quatro mulheres e especialistas para ajudar a entender o valor e o papel do matrimônio hoje.

“A brasileira ainda põe um peso muito grande no matrimônio porque não tem outros projetos” (Mary Del Priore, historiadora)

Para a psicóloga Giovana Perin, que, em sua tese de doutorado na Universidade de Brasília, estuda o impacto da independência financeira feminina nos casamentos contemporâneos, o conceito de união mudou nos últimos 50 anos tanto quanto a vida das mulheres – e ainda não há um novo padrão estabelecido. “Vejo essa mudança com um olhar positivo. As pessoas ficam juntas por afinidade e por projetos em comum, e não mais porque precisam ser sustentadas ou porque é bom para as famílias”, opina. De acordo com a historiadora Mary del Priore, o período é mesmo de transição, mas exige atenção. “A brasileira ainda põe um peso muito grande no matrimônio porque não tem outros projetos. Na Europa, as mulheres já dividiram sua fonte de felicidade entre o marido, um hobby, um grupo de estudos”, diz.
Mirian Goldenberg, antropóloga que estuda o comportamento feminino há 25 anos, também aponta que as mulheres brasileiras concentram seus esforços no casamento e, por isso, têm dificuldade em se sentir realizadas nos relacionamentos. “Elas ainda não sabem o que esperam de uma relação e por isso cobram demais dos homens. O que mais ouço são mulheres reclamando que gostariam que os parceiros fossem mais românticos, mais prestativos, sempre mais. Já dos homens, ouço que gostariam que as mulheres fossem menos estressadas, menos exigentes, sempre menos. É uma diferença muito significativa”, avisa.
Para a antropóloga, o caminho das relações mais saudáveis e duradouras depende do valor que a mulher credita a si mesma. “Só assim ela vai parar de procurar autoafirmação no casamento, no aval masculino, e perceber que ela é seu próprio capital. E que tem o poder de escolher se quer casar ou não para ser feliz”, avisa.

Barriga no fogão casamento duradouro

Lidia Aratangy, psicóloga de casais e autora de livros como O anel que tu me deste: o casamento no divã, acha que a inclusão do homem na vida doméstica hoje é fundamental para que o casamento seja vantajoso para a mulher (e, portanto, viável). Mas sublinha que não é só o homem que deve mudar sua atitude. “Como ninguém ajudou as mulheres a terem uma carreira fora de casa, elas pensam que eles também têm que batalhar para achar um espaço digno dentro de casa. O certo é que haja uma troca, cada um fazendo aquilo que mais gosta e tem competência.” Até porque a postura feminina de não permitir que o espaço doméstico seja “invadido” gera ainda mais estresse e acúmulo de tarefas, duas das questões femininas apontadas pelos psicólogos consultados. “Me pergunto se as mulheres de hoje são mais felizes do que suas avós por terem tantas opções. O poder de escolha traz mais angústia”, acredita Lidia.casamento eterno
Giovana Perin vê com otimismo esse ponto de ebulição. “Pela primeira vez na história, o casamento pode facilitar a vida das mulheres, no sentido de dividir as funções e permitir que elas escolham quais querem exercer. Mesmo não precisando, continuamos escolhendo ficar juntos. A diferença é que só vamos continuar casados enquanto for bom. Olha que maravilha.”

Um abraço e boa sorte.

A procura dos bons partidos

bom partido homemFoi-se o tempo em que o amor era o ingrediente principal para manter um casal unido mesmo diante de dificuldades. Qual será o tipo de companheiro (a) que os solteiros mais buscam? Foi com base nesta pergunta que o Par Perfeito, um dos maiores sites de relacionamento do Brasil, realizou uma enquete com três mil usuários para descobrir qual é o perfil de parceiro mais procurado.

A pesquisa revelou que a opinião dos solteiros muda de acordo com o sexo e a faixa etária. Por exemplo, 23% das mulheres, entre 18 e 24 anos, preferem os “gentis”. Já entre os homens da mesma faixa etária, 34% buscam as “carinhosas”. No entanto, a maior surpresa ficou por conta dos usuários com idade entre 25 e 35 anos, enquanto 25% deles mantêm a procura pelas mulheres “carinhosas”, 24% delas buscam os “bem-sucedidos”.

Já para os solteiros mais maduros, com idade acima dos 36 anos, nada muda. Tanto homens quanto mulheres mulherbompartidobuscam companheiros “fiéis”. No final da história, o quadro geral revelou que as mulheres procuram por homens “fiéis, mas que sejam “bem-sucedidos”, já eles buscam pelas “fiéis”, mas que sejam “carinhosas”.

Entre os itens de escolha no perfil foram colocados bem-sucedido, bonito, carinhoso, fiel, gentil, inteligente e romântico, valendo para ambos os sexos.

Confira abaixo o resultado da pesquisa comparando o percentual das mulheres que preferem homens bem-sucedidos a fiéis:
De 18 a 24: 15% bem-sucedido/ 17% fiel
De 25 a 35: 24% bem-sucedido/18% fiel
De 36 a 46: 23% bem-sucedido/23% fiel
Mais de 46: 21% bem-sucedido/28% fiel

Crises nas relações , oportunidade para renovação

Sr.Sra.SmithUm casamento pode ser construído através de escolhas que não sejam necessariamente pelo amor, podendo resistir principalmente quando existe um projeto de vida em comum. Isso é possível, mas o que não é possível é um casamento não passar por crises. Viver em casal supõe-se ter que enfrentar as crises que são alimentadas pelas alterações que cada um dos parceiros adquire com o passar dos anos.

As crises nas relações humanas são fases de transição onde os indivíduos envolvidos buscam soluções para sua insatisfação e, frequentemente, culpam as pessoas mais próximas por aquela sensação desagradável. Um bom exemplo disso é a crise dos jovens na adolescência, quando assumem uma postura de rebeldia e oposição aos pais pela necessidade de buscar sua individualidade.

Nos casais a agressão é um dos fatores mais presentes na relação conjugal em crise. Essa agressão pode estar caracterizada por simples discussões verbais podendo chegar até a sérias agressões físicas. São verdadeiros atos de explosão que concretizam a possível raiva da pessoa de estar presa a um relacionamento que a impede de crescer. As agressões podem ser positivas quando tomam um rumo de entendimento, podendo adquirir-se mudanças e transformações. Outras agressões liberam a raiva mas não se constrói nada, mantendo-se tudo exatamente no mesmo lugar. É a confirmação da estagnação.

Um vínculo conjugal está destinado a suportar transformações e perdas contínuas. As pessoas se transformam com o passar dos anos, adquirem novas maneiras de encarar a vida, surgem os filhos, perde-se a juventude, e uma relação conjugal está sujeita a todas essas mudanças que podem ser fortalecedoras ou destrutivas.

Dalmiro Bustos, psicoterapeuta argentino, fala de três importantes crises que os casais estão submetidos durante o ciclo de vida.

A primeira crise

Na primeira crise Bustos relata que é a fase do enamoramento, onde cada um olha ao outro com os olhos que desejam ver. É o momento de muita onipotência do casal. Neste primeiro momento ainda surgem os desmascaramentos e começam a aparecer situações como os incômodos com o ronco do parceiro, dificuldade em aceitar como o outro guarda a pasta de dentes, etc. Começam a questionar se tem algo a ver com o outro. Muitos casais que não superam a isso naufragam nessa primeira fase.

Aqueles que conseguem seguir em frente começam a tecer os projetos de ter filhos, patrimônios comuns, etc. É um momento de pactos para situações novas como a infidelidade e tolerância.

A segunda crise

Na segunda crise a juventude começa a se afastar. A idade já avança para os 40 anos. As vibrações não são as mesmas e o desejo de senti-las com o parceiro (a) não parece possível. Momento de muitos questionamentos sobre o interesse do parceiro sobre si. É o luto pela juventude e pela sedução do parceiro (a). Muitos vínculos tornam-se melancólicos nessa fase e muitos casais preferem ignorar essa crise para não ter que enfrentá-la e tomar decisões de rompimento.

Terceira crise

A terceira crise é caracterizada por um momento de decisão: envelhecer juntos ou não, pois não se reconhecem como parceiros. Momento de perdas dos pais; perda do trabalho; distanciamento de filhos e netos. Sensação de que o parceiro está envelhecendo demais. Se conseguirem decidir por estar junto, afirmam um companheirismo sólido e novas alianças se estabelecem. Todas as situações que eram desmascaradas pelo outro passam a ter um clima de cumplicidade. A individuação é apoiada, mesmo com as sofridas diferenças. Há também aqueles que desejam continuar em um vínculo sem energia vital e estão esperando que a morte os separe. É mais difícil encontrarmos casais se separando nessa fase da vida, porque a adaptabilidade aos novos vínculos se perde com o passar do tempo e o medo de adoecer sem a companhia do outro se torna um fator primordial para se unirem.

linda reconcliaçãoTodas as fases da vida exigem momentos de crise e de definições de atitude. Não podemos arriscar a dizer qual delas seria mais adequada, dos casais acompanhados ou daqueles que decidiram viver em solidão, mas certamente é importante cada um tentar situações onde se sinta menos melancólico. A ampliação de grupos sociais para quaisquer das opções, é um fator de grande importância para nós humanos que nos sentimos importantes com a maior quantidade de papéis que conseguimos realizar.

Enfim o mais importante e que não esqueçamos do sentido primordial da vida, ser feliz e,dentro do possível, preservar, por amor, o relacionamemto.

Um abraço

Fonte: Marisa Micheloti – psicóloga e educadora sexual com adaptações de Roberto Dantas.